quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Even in the winter...

Hot Looks, by Hype + Newness | LOOKBOOK

    Só para vos inspirar, e mostrar que mesmo de Inverno podemos fazer looks muito bonitos e quentinhos.

   Aproveito para vos desejar a todas um excelente 2015!

XOXO, Ember Blue

Obsessões

pinkheartsandsparkledreams.tumblr.com

   Ando super obcecada com estas máquinas fotográficas! Adoro-as, são super fofas mas além disso imprimem as fotos instantaneamente...muito queridas, mesmo. Toda a gente na blogosfera fala delas, e vocês, já ouviram falar?

XOXO, Ember Blue

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Writing challenge - Fiction - 005b. Same scene, this time from a unique POV – for exemple the walls of the room they’re in

Flowers


O arbusto estava em pior estado do que o habitual. Tinha passado todo um Verão sem ser aparado, pois só agora é que os senhores da mansão tinham contratado mais jardineiros, preferencialmente os emigrantes, por serem mão-de-obra barata e eficiente.
As suas folhas já não estavam tão fortes nem tão verdes mas sentia que ainda tinha muito por viver. Sabia também que iam fazer uma nova composição do jardim, tinha ouvido um zumzum acerca disso. Esperava não ser um dos arbustos sacrificados pela nova paisagem.
Mais tarde, chegaram os novos jovens. Muitos deles seriam com certeza emigrantes, pois tinham umas feições estranhas e diferentes. Uma rapariga chegou para finalmente o aparar. Senti-me nas nuvens por finalmente ser tratado.
A rapariga estava com a cabeça baixa, como se não quisesse ser vista. Mas isso não resultou, e mesmo assim chegou o sobrinho da senhora para falar com ela.
- Olá! – Disse ele com um sorriso de orelha a orelha. – Conheço o Byron desde miúdo e fico mesmo contente por ver que continua a ter bons modos.
- Jièkǒu, Jièkǒu. – Disse ela. Bem, mas que rapariga estranha.
- É o teu nome? – Coitado do meu rapaz. Os olhos dele até brilhavam. Ela não lhe respondeu, mas mesmo assim ele não desistiu:
- O…meu… nome…é…Byron – Para ser sincero, falou como se ela fosse uma atrasada mental, mas não liguei muito. Sempre adorei assistir a este tipo de espetáculos, nada é tão bom como uma boa fofoca.
- Xue. – Disse ela, mais para mim do que para ele. Arbusto -1 e garanhão – 0. 

XOXO, Ember Blue

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Christmas...

☺️☺️❄️

Está mesmo quase! :) Espero que tenham todas um ótimo Natal, que esqueçam as preocupações e que aproveitem, pois é uma época única.

Para vos por um sorriso na cara, estão aqui algumas coisas boas sobre o Natal:


  • As árvores de Natal 
  • A chance de neve (em alguns lugares)
  • As luzes
  • As férias
  • A decoração das casas e das ruas
  • As festas
  • Os presentes (embora o Natal não seja só presentes, qual é a pessoa que não gosta de abrir um embrulho e ser surpreendido?)
  • Os doces
  • A música
  • O pai natal (que faz parte da nossa infância, e, secretamente, de toda a nossa vida)
  • Os saldos de Natal
  • A solidariedade
  • O tempo com os amigos e família
  • Bonecos de neve
  • Os clássicos filmes de Natal
  • O ânimo das férias (que nos põe logo um sorriso no rosto, fazendo desta temporada uma das melhores do ano)
  • A chance de nos sentirmos crianças de novo (quer tenhamos 5 ou 85 anos, esta é a altura de pensar nas coisas boas da vida)
Feliz Natal!
XOXO, Ember Blue

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Babylips - Mabelline

Untitled


   E não é que estes bebés são mesmo bons? Há uns tempos comprei o vermelho (Cherry me) e ando completamente viciada, todos os dias o uso!
 
   Quando comprei estava com receio que a cor vermelha fosse muito forte, mas nada disso! Fica super natural. E o preço é bastante simpático (2 ou 3€ no Jumbo). Aconselho a comprar e mal posso esperar por experimentar as outras cores :)

XOXO, Ember Blue 

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Tag - Have a Very Bloggy Christmas

Untitled


Olá a todos! :)

   Hoje trago-vos algo diferente, uma tag natalícia onde poderão ficar a saber mais umas coisinhas sobre e conhecer-me um pouquinho melhor, o que é sempre bom.
   Fui nomeada pela amorosa Made by Uss, não podia ficar mais contente. Obrigada querida!

Estas são as regras da tag:

  • Agradecer e mencionar o blog que te nomeou
  • Responder às 12 perguntas
  • Nomear bloggers para realizarem a tag.
Bora lá?

1: Árvore de natal artificial ou natural?
Artificial, claro! Não era capaz de cortar uma árvore para ter em casa.

2: Natal com neve ou sol?
Aqui nunca neva, mas também nunca faz sol. Gostava de experimentar os dois!

3: Esperar pela manhã ou abrir os presentes à meia noite?
É assim...Eu dia 24 vou para casa dos meus avós e abrimos os presentes à meia noite. Depois, no dia seguinte de manhãzinha, abrimos os presentes cá de casa.

4: Qual o filme que adora ver nesta altura?
Não costumo ver filmes nesta altura, pois o tempo é passado essencialmente com a família. Mas este ano vou ver se ponho a gravar alguns, pois dão sempre filmes giros!

5: Cânticos de natal nos shoppings. Sim ou Não?
Onde eu costumo ir não há cânticos, mas até era giro se houvesse!

6: Qual o uniforme que usa no dia de natal? Pijama ou veste toda bonita?
Arranjo-me, sim, mas também não vou para nenhum casamento. Além disso é só com a família mais próxima :)

7: Qual a sua comida de natal favorita?
O peru que como no almoço de dia 25. É simplesmente fantástico. Além disso, adoro nógado (um doce alentejano que a minha avó costuma fazer)

8: O que quer receber este natal?
Gostava muito de receber um casaco preto, um manual para aprender uma nova língua, e um aparelho para fazer ginástica em casa (com isto não quero dizer uma máquina caríssima, estou a falar daqueles mais pequenos com os quais podemos fazer muitos exercícios.)

9: Planeia antecipadamente os presentes ou é à ultima hora?
Um bocadinho à última da hora para dizer a verdade...

10: Veste de Pai Natal?
Não, nunca fiz isso mas até acho giro!

11: Qual a sua musica favorita do Natal?
"All I Want For Christmas Is You" - Já é um clássico!

12: Onde vai passar o Natal este ano?
Nos sítios de sempre! Entre a minha casa, a casa dos meus avós... :)

Como já foram quase todas nomeadas, deixo a tag para quem a quiser.

XOXO, Ember Blue



quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

High School #2

   Necklace

   Pois é, o quanto as coisas mudaram desde Setembro. Agora já não me assusto com a mesma facilidade, apanhei o ritmo das aulas e fiquei contente contente com as notas, que foram todas 15 e 16 (excepto um 13 a educação física, que enfim).
   Gostava de ser mais faladora, mas mesmo assim neste primeiro período já me sinto próxima da maioria das pessoas da turma, o que é bom também. Agora estou finalmente de férias, bem merecidas, e vou aproveitá-las ao máximo , pois não gosto nada de sentir que não aproveitei bem tempo, e tenho tantas coisas que quero fazer!

XOXO, Ember Bue

Livros, a minha maravilha #2



   E este é o livro que comecei a ler ontem e que estou a gostar tanto, mas tanto. É um livro de leitura leve, divertido e com uma história muito engraçada. Pelo que li até agora, recomendo!


Sinopse para abrir o apetite:


   Rebecca Bloomwood, a delirante gastadora compulsiva de Louca por Compras, está de volta. A vida corre-lhe sobre rodas. O seu gerente de conta tem sido simpático com ela e foi-lhe oferecida a oportunidade de trabalhar em Nova Iorque.
   Nova Iorque! O Museu de Arte Moderna! O Guggenheim! A Metropolitan Opera House! E Becky tenciona mesmo visitá-los a todos. Mas não é um pouco idiota não visitar primeiro outros lugares famosos? Como o Saks. E Bloomingdales. E o Barneys. E os saldos, onde se pode arranjar um vestido Prada por 10 dólares. Ou seriam 100? Mas importar-se-á ela com isso?



   Conhecem a escritora, ou alguma das suas obras? Ficaram curiosas com esta?


XOXO, EMBER BLUE

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Nails #2










Winter nailart


photo | via Tumblr


Nails


.


Manicures


Untitled


Untitled


SUMMER NAILS


💅


Nails


Nails


....


   Adoro ver-me com as unhas pintadas, mas é ao mesmo tempo mais uma fonte de stress, pelo menos para mim, pois não gosto nada de ver o verniz a querer saltar. Durante o último ano (lectivo) tinha muito a mania de andar com as unhas constantemente pintadas. Resultado? Pois, isso já podem imaginar. As minhas unhas ficaram super fracas, partiam-se com facilidade e ainda por cima começaram a ficar pouco bonitas sem verniz.

   No Verão fui obrigada a não usar verniz (usar muito de vez em quando, enfim), e em vez disso comprei uma base fortalecedora de casco de cavalo, que salvou as minhas unhas até hoje. É algo que recomendo vivamente para as meninas que sofrem do mesmo problema que eu sofri. É algo que se pode comprar nas lojinhas de chineses por cerca de cinco euros e ainda tem vitaminas e tudo mais...

   Agora só as pinto de três em três semanas (fico duas semanas, ou mais, sem verniz e uma semana com verniz) e tem resultado muito bem, pois não me tenho de estar constantemente a preocupar se o verniz está bom ou não, e sei que não estou a estragar as minhas unhas. Mesmo assim ainda se partem às vezes, mas isso é normal.

   Deixo-vos aqui algumas inspirações...umas mais extravagantes do que outras, umas natalícias e outras nem tanto. Espero que gostem!

XOXO, Ember Blue

Thank you sooo much!

Resultados da pesquisa de http://2.bp.blogspot.com/-S-w_wfNB7sY/T7ja2bX--TI/AAAAAAAAAvg/TQ3oA_ffRg0/s1600/100-followers.png no Google

   Muito, muito obrigada a todos! Sem vocês nada disto teria sentido, estou mesmo muito contente...e que venham outros tantos :)

XOXO, Ember Blue

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Writing challenge - Fiction - 005b. Same scene, this time from the other character’s POV

nndjosn

Xue acordou e penteou-se. Penteou-se lentamente, pois gostava que o seu cabelo ficasse sedoso e macio. Olhava através a janela da sua pobre casa para as crianças que brincavam na rua, pensando se alguma vez a situação dos emigrantes iria melhorar.
Hoje o dia estava alegre. Via-se sol no céu e até se sentia algum calor, o que era ótimo, pois ia hoje começar a trabalhar como jardineira, usando os conhecimentos que adquirira em pequena.
Ela foi a pé, claro, até à mansão. Felizmente não se perdeu, e entrou. Não havia ninguém para a receber, ninguém para lhe desejar um bom trabalho. Tímida por não falar a mesma língua que os senhores, e por não ter roupas bonitas como as senhoras, ficou parada à porta. Contemplou o belo jardim e seguiu os outros homens e mulheres, todos eles jovens e capazes, e fingiu sentir-se integrada. Foi tentando imitar o que eles faziam.
Como a natureza era uma paixão para Xue, o tempo foi passando rápido. Viu que os senhores já estavam a acordar, pois as poderosas cortinas já estavam a ser abertas, e sentiu-se observada. Continuou a fazer o seu trabalho, e veio um dos senhores ter com ela. Sentiu-se extremamente nervosa, pois tinha a certeza que a iam repreender, por algum motivo desconhecido.
Ele apenas disse uma palavra:
- Olá! – Parecia que a estava a saudar, mas apenas a fez ficar mais nervosa. Cortou as pequenas ervas o rápido que conseguia e as únicas palavras que lhe saíam da boca era um pedido de desculpas:
- Jièkǒu, Jièkǒu. – Ela desejou por tudo que ele percebesse e que assim se afastasse um pouco, pois nunca na sua vida um homem, muito menos um homem importante, estivera tão perto dela.
Ele perguntou-lhe qualquer coisa que ela não compreendeu, e falou-lhe mais pausada e calmamente:
- O…meu… nome…é…Byron – Esta era uma das poucas coisas que Xue compreendia, pois as pessoas do seu bairro já lha tinham ensinado. Assentiu e disse o seu, com medo de ser repreendida novamente:

- Xue.

XOXO, Ember Blue

Writing challenge - Fiction - 005. A scene using two characters who don’t speak each other’s languages

curly-hair's soup

Acordei e olhei em volta, para a casa onde agora estava. Estava em casa da minha tia, onde ia passar uns dias. Arranjei-me e abri as cortinas. Desfrutei um pouco do calor do sol matinal e contemplei a belíssima paisagem. O jardim estava a ser agora arranjado pelos jardineiros, que atarefadamente cortavam os arbustos e regavam as flores.
Examinei atentamente, do cimo da poderosa mansão, o rosto de cada um deles. Tinham todo um bom ar pois eram jovens, frescos e úteis. Começou a tornar-se algo monótono observá-los, pois pareciam todos iguais. Até que observei uma jovem com uns traços completamente diferentes.
O seu cabelo era ondulado e muito bem tratado. A sua pele era clara, macia e sedosa. Como rapaz, não era meu costume reparar nos pormenores das pessoas, mas nela reparei. Sem mais demoras, corri até ela.
Foi difícil de a encontrar, agora que já não estava lá em cima com visão total do jardim, mas mesmo assim não foi impossível.
- Olá!
Ela olhou para mim e ficou muito corada. Começou a trabalhar muito mais rápido.
- Jièkǒu, Jièkǒu. – Dizia ela.
- É o teu nome?
Ela apenas pareceu mais confusa e quase entrou em pânico. Comecei a ponderar que ela talvez não entendesse a minha língua.
- O…meu… nome…é…Byron – Tentei dizer-lhe o mais devagar que consegui, e ai acho que ela já percebeu, pois acalmou-se e apenas acenou. Para meu espanto, apenas disse baixinho e rápido, quase impercetivelmente:
- Xue.

Percebi o quanto ela era tímida, mas o quanto seria interessante conhecê-la. Por não existirem erros no plano do destino, e por ser adepto de desafios, decidi continuar aquela complicada “conversa”. Quem sabe onde me levaria…

XOXO, Ember Blue

sábado, 13 de dezembro de 2014

Writing challenge - Fiction - 004. A war scene

Untitled | via Tumblr

Escondi-me atrás de um arbusto. O soldado fingiu que não me viu e continuou o seu caminho, dizendo:
- Não, aqui não está ninguém, podemos avançar. - Suspirei de alivio, e os meus músculos deixaram finalmente de estar tensos. Nem me tinha apercebido de que o estavam, pois foi algo automático, portanto, acabei apenas por perder o equilíbrio e cair.
Senti-me a tombar. O arbusto, já em muito mau estado, ficou ainda mais danificado e isso fez com que eu deixasse de ter um esconderijo. Fantástico, pensei. Para piorar a situação, a queda alarmou os soldados.
Não tinha pensado que isto pudesse acontecer, portanto mantive-me quieta. O outro soldado provavelmente já se estava a arrepender de me ter protegido, pois agora o seu valor seria posto em causa. Provavelmente, executá-lo-iam.
Apenas tive tempo de me virar e correr em direção à igreja. Corri como nunca tinha corrido na minha vida, estando alimentada pelo medo. Pus-me em pé em cima do túmulo da minha avó e invoquei os elementos. Eu não tinha afinidade com eles, mas a minha avó possuía esse poder. Quando estava ligada a ela, conseguia evocá-los também.
Lembrei-me da canção que ela me costumava cantar:

A natureza imensa e estonteante
Com elementos que se completam perfeitamente
A terra da vida, o ar incessante
A água cristalina, o fogo ardente

Foi mesmo no momento certo que eu fiz aquilo, pois naquele momento conseguia, do cimo do monte onde se situava a igreja, avistar os soldados que corriam como loucos, só para me encontrar. Avó, faz o que sempre fizeste, supliquei. E apenas no tempo de um piscar de olhos, tudo aquilo que eu queria, aconteceu.

XOXO, EMBER BLUE

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Writing challenge - Fiction - 003. A scene you’ve always wanted to write but never did

(Image) - tau's soup


- É hoje! De hoje não passa – disse Patrícia para sim mesma. – Vou tentar a minha sorte. Tenho de ser forte de uma vez por todas!
Pegou no seu portátil e “escolheu” algumas agências para as quais ia enviar umas fotos. Claro que já estavam mais do que escolhidas, pois não se passava um dia em que esse assunto não ocupasse o seu pensamento. Todos os dias, antes de dormir pensava nisso, e mesmo antes de adormecer, pensava que Deus não lhe podia ter concedido um desejo, um sonho tão grande, se este não fosse para ser realizado.
Já tinha esperado cerca de seis ou sete anos, pois desde novinha que ser modelo era aquilo que desejava com todas as suas forças. O sonho, neste momento, já estava tão forte e intenso, que era como um pequeno monstro que tivesse crescido. Antes, era ela quem o alimentava, mas agora, ele alimentava-se dela.
- E se não for escolhida? E se perder esta oportunidade para sempre? E se estiver enganada, e quando enviar as minhas fotografias, eles se fiquem a rir de mim?
            Estes eram pensamentos que também não abandonavam a mente de Patrícia. As suas inseguranças eram muito fortes, e davam-lhe medo. Ela tinha medo do medo. Receava falhar, era demasiado orgulhosa para isso.
A vida ensinou-lhe a ter mais segurança em si própria. Ao longo dos anos, foi percebendo que era capaz de muito mais do que pensava que fosse. Afastou-se das pessoas que a puxavam para trás, e de todas as que não lhe faziam bem. Mesmo assim, normalmente os outros confiavam mais nela do que aquilo que ela confiava nela própria.

Clicou no botão “enviar” e fechou o computador com os nervos. Já tinha pesquisado tudo o que havia para pesquisar sobre o tema, já sabia de cor todas as dicas que as modelos e produtoras de moda tinham para dar. Estava preparada para que desse e viesse, menos para a rejeição. Isso seria algo intolerável. Algo que ela nunca sentira e que não saberia digerir.

XOXO, EMBER BLUE

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Writing challenge - Fiction - 002. a death scene

🌺

- Não! Não, por favor, não...porquê? - Esperei em silêncio. Ela estava nos meus braços sem qualquer sinal de vida.
Tentei sentir-lhe a pulsação, apenas por descargo de consciência, mas já sabia que não ia sentir nada. E não senti. Tinha-a perdido para sempre, já não me pertencia.
- Bettye! Por favor, diz-me que isto não passa apenas de um sonho - Encostei os meus lábios aos dela e deixei escorrer as lágrimas pela minha face, até perder as forças. - Bettye, amor, não pode acabar assim! Mereces mais...
Se eu tivesse chegado a tempo...Podia ter evitado tudo isto! Este tipo de pensamentos não abandonava a minha mente. Antes de a encontrar, a Bettye estava presa dentro da sua loja, que tinha sido assaltada. Com os nervos, e com a demora na chegada da polícia, desmaiou. Pelo que eu tinha percebido, eles envenenaram-na para que não gritasse, e o seu frágil corpo não aguentou.
Olhei para ela uma última vez. Ouvi a sirene da policia, e fui assim obrigado a afastar-me. Os meus olhos não queriam deixar de ver os dela. Tudo o resto foi muito rápido e confuso...puseram-na de seguida numa maca e levaram-na. Nem olharam para mim, e parecia que ela era apenas mais uma.

XOXO, Ember Blue

domingo, 7 de dezembro de 2014

Livro para as férias

Untitled

Olá meninaaas :)
As férias de Natal já estão aqui à porta!

Como vou ter muito tempo livre nesse período, queria muito ler um livro giro...o que me recomendam? Sabem o nome de algum escritor/a que gostem?

XOXO, Ember Blue

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Writing challenge - Fiction - 001. a love scene

Dare To Sparkle | via Tumblr

- Eu estava lá, eu vi. – Olhei-o nos olhos, observei o olhar doce e o cabelo cor de mel cativante, mas não estava a disposta a deixá-lo ganhar tão facilmente.
- Viste? – Ele levou as mãos à cabeça e afastou-se. – Tu pensas que viste, mas enganas-te! Enganas-te e muito…
- Então se achas que eu estou enganada, explica-te. – Percebi que se calhar estava a ser um pouco mazinha de mais, talvez até a exagerar, mas o orgulho não deixava que a minha boca se fechasse.
- Ela ameaçou-me.
- O quê? Layne, o que estás a dizer?
- Foi aquilo que tu ouviste, Hayleigh. Querida, não quero ficar chateado contigo por causa disto…mas ela ameaçou que…
- O que é que ela ameaçou meu amor? – Comecei a ficar preocupada.
- Ela ameaçou que me ia roubar aquele caracol do teu cabelo. Aquele que eu tenho prendido ao meu anel…e que prova o nosso amor. Sabes que a Baylee nunca chegou a aprender o que era o respeito, e é algo que nunca lhe poderei ensinar. – Vi o quanto magoado o Layne estava com tudo isto. Percebi que estava tenso e, principalmente, triste. – Mas não te preocupes, querida Hayleigh. Apenas estávamos no quarto dela porque ela assim o quis. Disse que assim tínhamos mais privacidade, e foi aí que me obrigou a assinar o contrato.
- Então a partir de agora, toda a herança, todas as propriedades e todas as receitas das vendas da mercearia da tua tia passarão diretamente para a tua prima Baylee, e praticamente nada para nós. Certo?
- Sim, certo… - Assentiu, com um ar magoado, arrependido e impotente.
- O dinheiro não trás felicidade, e nós não estamos propriamente mal. Tudo se há-de compor, tenho a certeza. – Disse eu para o confortar. – Além disso, prezo muito a tua atitude para comigo, com a situação do anel. Fico contente por saber o valor que lhe deste.
            O Layne virou-se, mostrando que o assunto estava terminado e bem resolvido. Olhou para uma antiga fotografia do casamento dos seus pais e orou baixinho.
            Retirei-me e fui dobrar umas cortinas. Apesar de esse ser o trabalho das criadas estava a precisar muito de me entreter. Enquanto o fazia, os pensamentos e inquietações iam assentando. A respiração controlada mandou fora a angústia, e tudo parecia voltar finalmente ao normal.  


XOXO, Ember Blue

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Fitness Motivation

 UntitledHealthyFitspiration.com★☆★☆Fit and healthy, not skin and bones.Squats&HighHeelsWork Hard, Play Harda difficult trek.Eat real food.Tumblr | via TumblrInstagram: fitfoorme 💕Untitled... - Page 4 of 672Keep in mind | via TumblrInstagram: Fitfoorme 💕Fitness &Motivation ♥ | via TumblrFitspirationwelcome l | via TumblrJannid@instagramInstagram: Fitfoorme 💕GET SEXY | via TumblrNikeInstagram: Fitfoorme 💕♡her imperfectionsMake Today A Success | Instagram @zovafitvioviowonder


Não podia deixar de fazer este post...acreditem, quando começarem não vão nunca mais conseguir parar, sentir-se-hão muito melhores, saudáveis e felizes. Espero que vos tenha inspirado princesas!

XOXO, Ember Blue